segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Atividade Textual

EE Profº Fernando Pantaleão

Língua Portuguesa - O texto Dissertativo/ Artigo de Opinião – 9º A/B - 3º Bimestre 2011


O casamento atual

          O casamento atual, como todas as demais instituições,sofreu incríveis modificações. Se a moça ainda aguarda o cavaleiro montado em um corcel branco e que a faça feliz para toda a vida, vai morrer de velha, nessa espera.
          O cavaleiro se desmistificou. Já não vem mais montado,mas sim a pé sofrendo as agruras de um mercado de trabalho cada vez mais difícil para o homem e mais exigente com a sua capacidade.
          A mulher tem mais condições de trabalho, por aceitar ganhar menos, trabalhar em qualquer hora, deixando de ver reconhecidas, pelas suas necessidades, as suas qualidades de operária.
          O casamento já não diz mais "até que a morte nos separe", pelo menos não se pensa assim, e nem o homem diz para a mulher "mulher minha não trabalha fora de casa". A família é sustentada pelos dois, ou pelo trabalho da mulher quando o homem fica desempregado. Também os casais já não têm uma casa grande, muito menos quatro a seis filhos para educar. A vida atual exigiu que o apartamento de dois ou três quartos fosse a morada da família. Os pais trabalham, os filhos ficam por conta da avó, ou permanecem sozinhos, ou em cursos que auxiliam sua vida escolar. Raramente, a família se encontra durante a semana.
         Dentro dessas modificações, fica mais fácil a separação quando as desavenças aparecem. E é nesse exato momento que se vê, realmente, que o casamento não foi feito para durar, mas para produzir felicidade.  Desde os filhos, todos querem ser felizes. Se não há entendimento, melhor viver separados do que juntos e infelizes. Os próprios filhos, quando adolescentes, são os que pedem aos pais pela sua separação, tendo em vista as brigas constantes.
          A separação é um mal necessário. Todavia, ela precisa respeitar as pessoas que fazem parte da família. É necessário estabelecer um critério para a pensão alimentícia, pois os filhos precisam continuar estudando no lugar onde foram matriculados, sem que sejam retirados dos colégios que freqüentam, tudo por uma vingança do pai para com a mãe ou vice-versa. Os filhos precisam continuar a contar com a
presença dos pais e seus problemas continuam a ser tão importantes quanto eram, quando a família estava unida. O pai e a mãe têm o direito de procurar novos companheiros , pois é imposição da nova sociedade. Por sua vez, precisam ser respeitados pelos antigos companheiros, porque de nada são culpados.
          A família nunca se separa, nem se desestrutura. Quem se separa são as pessoas. E essas só se desestruturam se não avaliarem bem as suas responsabilidades perante a família.

Anna Narbone de Faria ( advogada, especialista em Direito de Família.)

Conhecendo o Texto

A T I V I D A D E 1

Assinale a alternativa que melhor expressa o significado das palavras
grifadas:

01. "O casamento atual, como todas as demais instituições..."

(A ) Festas familiares. (B) Organizações sociais. (C) Encontro de amigos.

02. "O cavaleiro se desmistificou".

(A) Deixou de ser sonho, fantasia. (B) Tornou-se um herói inatingível. (C) Veio montado em um lindo cavalo branco.

03. "É necessário estabelecer um critério."

(A) Uma norma a seguir. (B) Uma idéia a respeito de algo. (C) Uma sugestão às pessoas.

Reflita sobre o texto lido e assinale a alternativa correta existente em cada questão:

04. No primeiro parágrafo, a autora afirma que o casamento

(A) sofreu grandes transformações. (B) é uma instituição falida. (C) ainda consegue levar muitos jovens para o altar.

05. Ao escrever sobre o trabalho, tanto do homem como da mulher, a autora
constata que

A ( ) mesmo desempregado, o homem vive bem.
B ( ) há pouca exigência no mercado de trabalho.
C ( ) para a mulher, conseguir um trabalho é mais fácil porque ela aceita trabalhar por um salário baixo.

06. Assinale os argumentos apresentados pela autora quanto à educação dos
filhos após o pai negar a separação do casal.

A  (  ) Quando o pai nega a pensão alimentícia, os filhos devem morar com ele.
B ( ) Os pais, mesmo separados, devem estar sempre com os filhos, ajudando-os em tudo o que necessitarem.
C ( ) A pensão alimentícia deve dar condições para que os filhos continuem estudando onde foram matriculados.
D (  ) Quando os filhos não podem estudar na escola particular, devem estudar na escola pública.

Responda às questões:

07. Na sua opinião, nos dias atuais, ainda é possível a moça sonhar com seu
cavaleiro montado em um cavalo branco? Justifique.

08. Explique, com suas palavras, o que a autora quis dizer ao afirmar que no
casamento atual não se diz mais:

a) "...até que a morte nos separe."
b) "...mulher minha não trabalha fora de casa."

09. Você concorda com autora quando afirma que quando o casal não vive em
harmonia é melhor a separação? Justifique sua resposta.

"O casamento atual" é um texto dissertativo. Dissertação é um texto que apresenta idéias, opiniões, reflexão ou julgamento sobre um determinado assunto.

A dissertação apresenta uma estrutura determinada:

ESTRUTURA DO TEXTO DISSERTATIVO

1. Introdução

a) Apresentação do assunto (idéia principal a ser desenvolvida). b) Posicionamento do autor sobre o assunto.

(Argumentos)

2. Desenvolvimento

(Contra-argumentos)

a) Defesa do posicionamento do autor, através de argumentos. A argumentação para tornar-se mais convincente e verdadeira pode valer-se de : exemplos –citações -fatos acontecidos -dados comprovados -causas/consequências -enumeração, etc.

b) Também pode haver contra-argumentos, ou seja, idéias contrárias aos argumentos apresentados. No final, faz-se um balanço e os argumentos devem prevalecer. Na verdade, os contra-argumentos também sustentam a idéia defendida, o posicionamento do autor.

3. Conclusão

a) Retomada de idéia principal e conclusão. b) Podem-se apresentar sugestões sobre o assunto.

Observe como a autora organiza suas idéias, seguindo a estrutura de texto dissertativo.

O casamento atual

III - Conversando sobre o texto

Introdução: 1º parágrafo - Introdução e síntese.

A autora apresenta a síntese ( o resumo)que irá ser ampliada nos parágrafos seguintes.

Desenvolvimento: 2º/3º/4º parágrafos

Inicia-se a argumentação. A cada parágrafo, a autora apresenta argumentos que mostram as modificações por que passa o casamento atual, preparando o leitor a aceitar a sua tese: a separação, o fim do casamento que não dá certo.

5º e 6º parágrafos

Continuando sua argumentação, a autora posiciona-se a respeito da separação e defende a tese de que é melhor viver separados do que juntos e infelizes.

Conclusão: 7º parágrafo

Concluindo, a autora reafirma a tese da separação e a sustenta com um novo argumento: a família não se desestrutura se as pessoas têm consciência de suas responsabilidades perante ela.

Resolva, a seguir, as questões propostas.


A T I V I D A D E 2

01. A intenção da autora ao escrever o texto foi

A ( ) contar um fato. B ( ) descrever um acontecimento. C ( ) discutir uma idéia apresentando seu ponto de vista.

02. De acordo com a resposta anterior, o texto classifica-se em:

A ( ) Narrativo. B ( ) Descritivo. C ( ) Dissertativo.

03. Transcreva do 5º parágrafo um argumento que mostra a opinião da autora sobre a separação ou o fim do casamento.

04. Retire do 6º parágrafo o argumento que você acha mais importante e que
deve ser levado em conta quando a separação do casal é inevitável.

05. Resuma a idéia expressa pela conclusão.

06. Você tem a mesma opinião da autora? Por quê?

Nenhum comentário:

Postar um comentário