sábado, 10 de setembro de 2011

                                             
                                       Narrativas de  Aventura




         Ao contrário de outras narrativas que se baseiam em  fatos reais, as narrativas literárias são histórias inventadas. A leitura dessas narrativas convida o leitor a entrar em outro mundo, o mundo da ficção, que tem suas próprias leis: a menina pode ficar pequena ou aumentar de tamanho, as serpentes podem ser tão grandes a ponto de ser capazes de engolir elefantes, pode ser possível chegar ao centro da Terra.

         Há muitos gêneros diferentes de narrativas literárias. Há novelas policiais, histórias de ficção científica, contos maravilhosos ou fantásticos, muitos romances realistas. E há também as narrativas de aventura, nas quais o herói, sempre muito esperto e corajoso (mesmo quando sente medo, consegue superá-lo) enfrenta sucessivos desafios, perigos e obstáculos para atingir seu objetivo e cumprir sua missão, que, geralmente, tem a ver com uma autodescoberta.

         Herdeiras das aventuras narradas pelas epopeias (longas narrativas em verso) da Grécia Antiga, como a Odisséia, que conta as peripécias do herói Ulisses em seu retorno para casa, as narrativas de aventura surgem durante o século XVII, quando as Américas, a África e a Ásia foram alcançadas por navegadores europeus e mundos muito diversos do deles foram encontrados.

         Por isso, quase sempre essas narrativas levam o leitor a imaginar lugares exóticos habitados por povos diferentes, às vezes hostis, às vezes amigáveis, com hábitos estranhos à cultura do herói. Exemplos desses lugares são ilhas isoladas e perdidas, países desconhecidos, florestas selvagens, desertos intermináveis, pirâmides esquecidas, templos e mundo subterrâneos.

         E é claro que os obstáculos enfrentados também podem variar muito. Tempestades em alto-mar, ataques de piratas, de animais exóticos e ferozes, viagens no tempo e toda sorte de desafios podem ser enfrentados por heróis que, ao final da aventura, quase sempre descobrem algo sobre si mesmos.

         Os imprevistos, que trazem muitos riscos e perigos aos protagonistas, fazem com que o leitor  fique sempre atento à história, na expectativa do desfecho da aventura: conseguirá o herói superar os obstáculos e vencer.


Nenhum comentário:

Postar um comentário