sábado, 6 de outubro de 2012

Gênero Narrativa de Aventuras


EMEF Profº  Fernando Pantaleão
Língua Portuguesa  - 7º Ano  -   4º Bimestre / 2012
LEITURA E ANÁLISE DE  TEXTOS – NARRATIVA DE AVENTURAS


TEXTO 1

Leia este fragmento do romance de aventura Peter Pan, do escritor escocês James Matthew Barrie (1860-1937), em que o narrador descreve o Capitão Gancho, vilão da história e
responda aos itens de 01 a 09.

A ilha de verdade

            Sentindo que Peter estava chegando, a Terra do Nunca acordara de novo. Na sua ausência, as coisas em geral ficam muito tranquilas na ilha. As fadas dormem mais uma hora de manhã, as feras tomam conta dos filhotes, os índios passam seis dias e seis noites comendo sem parar e, quando os meninos perdidos e os piratas se enfrentam, só botam a língua de fora uns para os outros. Mas com a chegada de Peter, que detesta moleza, todos já estão se agitando de novo. Se você encostasse o ouvido no chão agora, ia ouvir a ilha inteira
fervilhando de vida.

            Nesta noite, as principais forças da ilha estavam dispostas da seguinte maneira. Os meninos perdidos saíram à procura de Peter, os piratas saíram à procura dos meninos perdidos, os índios saíram à procura dos piratas, as feras saíram à procura dos índios. Todos davam voltas e mais voltas em torno da ilha, mas nunca se encontravam porque iam todos na mesma velocidade.
            Todos queriam sangue, menos os meninos perdidos — que, em geral, também queriam, mas esta noite só saíram para cumprimentar seu chefe. (...) Vamos fingir que estamos deitados aqui, escondidos no meio deste canavial, e podemos observar todo mundo, enquanto eles passam enfileirados, cada um com a mão na adaga.
            Peter proíbe que pareçam com ele, mesmo que seja só um pouquinho. Então eles se vestem com as peles dos animais que caçaram, ficando tão redondos e peludos que, se caírem, acabam rolando. Por isso,pisam com muita segurança, sem tropeçar nem escorregar. (...)
            Os meninos desaparecem na escuridão e, depois de uma pausa —, aparecem os piratas no seu rastro.Antes de serem vistos, são ouvidos. E o que ouvimos é sempre a mesma canção assustadora:
— Ho-ho, ho-ho, por terra e mar
Lá vamos nós piratear...
E se uma bala nos separar
Lá embaixo vamos nos encontrar...

            Nunca se viu uma fileira de caras mais malvadas, nem mesmo na fila da forca. (...)
            No meio deles, a pérola maior e mais negra dessas joias tenebrosas, lá vem recostado o Capitão
Gancho, Jaime Gancho, ou James Hook.
            Todo mundo costuma dizer que ele é o único sujeito no mundo de quem até o diabo tem medo. Ele vem meio deitado numa espécie de carroça, puxado por seus homens, e no lugar da mão direita tem um gancho de ferro horrível, com o qual, de vez em quando, anima os puxadores a andarem mais depressa. São tratados como cães, obedecem como cães. O capitão tem a cara morena e um ar cadavérico, com cabelo comprido penteado em cachos longos, que de longe parecem umas velas pretas – coisa que acaba dando uma expressão especialmente ameaçadora a um rosto que até poderia ser bonito. Tem os olhos azuis da cor de miosótis e um olhar triste e melancólico – a não ser quando está enfiando o gancho em alguém, porque nesse caso os olhos ficam vermelhos e se acendem horrivelmente. Ainda se comporta como se fosse um grande fidalgo, capaz de estraçalhar alguém, com bons modos, e ouvi dizer que é um ótimo papo, capaz de contar casos engraçadíssimos. Nunca é tão sinistro como quando é muito delicado, o que provavelmente é a verdadeira prova de seu nascimento nobre. E a elegância de sua linguagem, sem erros de gramática, mesmo quando está xingando, assim como o seu porte distinto, mostram logo que ele é de uma classe social bem superior à de sua tripulação. É um homem de coragem indomável, e dizem que só tem medo de uma coisa no mundo - seu próprio sangue, que é grosso e de uma cor fora do comum. Gosta de se vestir macaqueando a moda do tempo do rei Carlos II, porque em algum momento anterior de sua carreira, ouviu alguém dizer que tinha uma estranha semelhança com os infelizes membros da casa de Stuart. E, para completar, tem sempre na boca uma espécie de piteira dupla, que ele mesmo inventou, e que serve para fumar dois charutos ao
mesmo tempo. Mas, sem dúvida, o seu detalhe mais assustador é a tal garra de ferro.
            Vamos agora matar um pirata, para fazer uma demonstração do método de Gancho. Morteiro, por exemplo, pode servir. Enquanto passam, Morteiro esbarra nele sem querer, amassando um pouco a gola de renda do capitão. O gancho avança, há o barulho de uma coisa se rasgando, um grito, e em seguida o corpo é chutado para o lado, enquanto os piratas seguem adiante. O capitão nem mesmo tirou o charuto da boca.
É esse o homem terrível que Peter Pan vai ter que enfrentar. Quem vencerá?

 (BARRIE, James Matthew. A ilha de verdade. In: Peter Pan. Tradução integral de Ana Maria Machado. São Paulo: Salamandra, 2006. p. 75-81 (fragmentos))

Glossário:

Tenebroso: Terrível, assustador.
Miosótis: Erva com flores pequenas e vistosas, que mudam de róseas para azuis.
Sinistro: Assustador.
Porte: Postura, aspecto.
Distinto: Elegante, ilustre.
Indomável: Que não pode ser vencido.
Rei Carlos II: Nascido em 1630, foi rei da Inglaterra, Escócia e Irlanda entre 1660 e sua morte foi em 1685.
Casa de Stuart: Expressão relacionada  à família de procedência bretã, com origem no século XI, que conquistou o trono da Escócia e da Inglaterra.


DÊ O QUE SE PEDE

1. “Sentindo que Peter estava chegando, a Terra do Nunca acordara de novo.” (Linha 1) Como fica a ilha na volta de Peter Pan?

2. Como é descrito o grupo de piratas? Transcreva um trecho do texto lido que comprove sua resposta.

3. O texto fala das muitas características do Capitão Gancho. Cite duas delas.

4 . Segundo o texto, o capitão era “a pérola maior e mais negra dessas joias tenebrosas” (linha

O que essa frase sugere sobre o capitão? (1 escore)

5. Copie do texto lido um trecho em que o narrador mostra que o capitão era um homem bastante temido.

6. Explique o sentido da palavra “macaqueando” no seguinte trecho do texto lido:
 “Gosta de se vestir macaqueando a moda do tempo do rei Carlos II, porque em algum momento anterior de sua carreira, ouviu alguém dizer que tinha uma estranha semelhança com os infelizes membros da casa de Stuart.”

7. Leia este trecho retirado do texto e responda a pergunta a seguir:

“O capitão tem a cara morena e um ar cadavérico, com cabelo comprido penteado em cachos longos, que de longe parecem umas velas pretas — coisa que acaba dando uma expressão especialmente ameaçadora a um rosto que até poderia ser bonito”. Tem os olhos azuis da cor de miosótis e um olhar triste e melancólico (...)”

Quais são as características físicas citadas acima que acabam dando ao capitão uma expressão ameaçadora?

8.  Copie do texto as expressões a que se referem às características citadas a seguir:

a) distinto         b) indomável:     c) infelizes:   d) assustador    e) grosso    f) estranha:

9. Cite 2 (duas) características do capitão Gancho que revelam que sua origem é nobre?

TEXTO 2

Leia agora este poema que faz uma descrição de um personagem muito famoso entre as crianças eresponda aos itens de 10 ao 13.

Iou hou e uma garrafa de rum

(Vaphla Iahwollfridyz)

Lá vem o velho pirata com sua perna de pau
Papagaio no ombro e a cara de mal
Com seus navios procuram tesouro
Aonde o X marca o local

Se eles encontram navios inimigos
Lutam com ganchos
Que rasgam buchos e peles
E andam pela ilha tenebrosa

Com suas pernas de pau
Com suas pernas de pau
 Sujas até a metade com caca de vaca
Pirataria é maligna
Pirataria é legal

Os piratas carregam espadas na cintura
e andam com pernas de pau

Aquele tapa olho PRETO
Que penetra a ALMA
Esconde por trás de si
Um… Olho de vidro…

Pirataria é maligna
 Pirataria é legal
Os piratas carregam espadas na cintura
E andam com pernas de pau

Iou hou ho e uma garrafa de rum, la la la la

                                               (in http://rumcomcoca.com/rcc/?p=6328 28/04/2011. Adaptado.)



1. O poema traz o perfil de um personagem bem conhecido na literatura.

a) Quem é esse personagem?

b) Cite 5 (cinco) características desse personagem que se destacam no poema?

2. Observe o 4° verso do poema lido:

“Aonde o X marca o local”

Qual é o significado da letra X no poema? Ao que ela nos remete?

3. Observe os seguintes versos retirados do poema:

“Pirataria é maligna
Pirataria é legal”
A palavra em destaque pode ser entendida em dois sentidos. Que sentidos são esses?

2. Há características do perfil dos protagonistas dos textos 1 e 2 que são comuns, iguais. Enumere pelo menos três


2. Depois da leitura dos textos 1 e 2 dessa prova, você deve ter percebido que eles têm características em comum e em alguns aspectos são bem diferentes. Escreva agora um pequeno texto, de 8 a 12 linhas, fazendo uma comparação entre “A ilha de verdade” e “Iou hou e uma garrafa de rum” comentando:

· O gênero textual a que pertencem;

· O tema abordado pelos dois textos;

· Apresente duas semelhanças entre eles;

· Aponte duas diferenças entre os dois textos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário