sábado, 27 de julho de 2013

Revisão - Adjetivo


EMEF Profº Fernando Pantaleão
Língua Portuguesa – Adjetivo ( Revisão)   6º ano – 3º Bimestre 2013


Você vai  ler um trecho de uma lenda tupi, escrita no século XIX.

                                                          A noiva

                Ao raiar da luz no céu, Jandira abriu os lindos olhos negros.
                A doce filha de Magé saltou da rede que embalara os sonhos castos da virgem; e despediu-se dela como a jaçanã que deixa a moita para habitar o ninho do amor.
                A virgem araguaia acreditava ter dormido a última noite na cabana paterna, que essa manhã ia trocar pela cabana do esposo.
                O jovem caçador que a amava, Jaguaré, fora aclamado guerreiro, e entre todos os guerreiros o chefe da nação.
                Como guerreiro ele pôde tomar uma esposa; e como chefe pertence-lhe a virgem de sua escolha, entre as mais formosas da taba.
                                                                                 ALENCAR, José de.  Ubirajara . São Paulo: Saraiva, 1966. p. 28.


1.  Observe como é feita a descrição de Jandira no início do texto.

a) Transcreva os adjetivos utilizados para caracterizar:

Olhos: .............................................................................................................................................
Filha:................................................................................................................................................
Sonhos:............................................................................................................................................
Virgem:............................................................................................................................................

b) Escolha dois outros adjetivos para caracterizar “olhos”, a fim de modificar a descrição da personagem, como se Jandira não fosse uma indígena.
Jandira abriu os (*) olhos (*).

c) Escolha um outro adjetivo para caracterizar “filha”, que seja sinônimo de “doce”.
A (*) filha de Magé

d) Qual destes adjetivos é antônimo (tem sentido oposto) de “castos”:

(____) puros                 (____) inocentes                   (____) maliciosos                  (____) tristes

e) “Araguaia” em tupi significa “os guerreiros das araras” porque esses guerreiros usavam as penas vermelhas das araras para enfeitar-se. Araguaia é também o nome de um rio. Qual é o adjetivo pátrio relativo a pessoas nascidas na região desse rio?
2.  Qual o local de origem de um:
a) tocantinense?.........................................................................................................
b) mageense?.............................................................................................................
c) moçambicano?.........................................................................................................
d) noronhense?...........................................................................................................

3.Leia o trecho a seguir, da obra  Ubirajara , de José de Alencar:
''A virgem araguaia acreditava ter dormido a última noite na cabana  paterna  (...)''

a) Substitua o adjetivo em destaque por uma expressão correspondente.
b) Que nome se dá a essa expressão, que tem valor de adjetivo?
c) Em “cabana  do esposo ”, é usual substituir a expressão em destaque por um adjetivo? Por quê?
d) Caso a cabana fosse da mãe de Jandira, como seria chamada? E se fosse de seu irmão?

4.  Observe a palavra em destaque a seguir: O  jovem  caçador que a amava, Jaguarê, fora aclamado guerreiro.

a) “Jovem” pertence a qual classe gramatical? Justifique sua resposta.
b) Em “Jaguarê era o  jovem  que amava Jandira”, a que classe pertence a palavra em destaque? Comprove sua afirmação.
c) Empregue a palavra  doce  em duas frases, de forma que ela possa ser substantivo e adjetivo, respectivamente.


Nenhum comentário:

Postar um comentário